Doulas: porquê ter uma?

A Doula é uma profissional preparada e treinada para prestar apoio físico, emocional e informativo na gravidez, parto e pós-parto. Lê mais sobre isto aqui: “Doulas: o que são e o que fazem?”

Porquê ter uma Doula?

O nascimento é um acontecimento intenso, exigente e demorado. Pode durar mais do que 24 horas.

Dificilmente médicos e parteiras permanecem com a mulher durante todo o processo de trabalho de parto: têm outras tarefas e outras mulheres em situações semelhantes para cuidar. Depois, tendo em conta que o trabalho se desenvolve em turnos, é bem provável que ao longo do trabalho de parto várias equipas sejam envolvidas no processo.

A Doula está “à chamada”, vai ter com o casal a casa ou ao Hospital quando precisam dela, permanece com o casal durante TODO o processo de trabalho de parto e parto, continuamente, sem pausas nem interrupções.

Enquanto que médicos e parteiras se ocupam de aspectos mais clínicos como monitorizar os batimentos cardíacos fetais ou a progressão do trabalho de parto, a Doula assegura-se que a mulher não é perturbada, respeitando o tempo que o trabalho de parto exige, lembrando-a que ela sabe como fazer nascer o seu bebé.

A Doula ajuda a criar um ambiente onde a mulher se sinta segura e acolhida nesta exigente tarefa.

Sobre o apoio contínuo no parto, a Biblioteca Cochrane refere:

“Concluímos que todas as mulheres devem ter apoio contínuo durante o trabalho de parto. O apoio contínuo demonstra ser mais eficiente quando prestado por alguém que está exclusivamente presente para esse efeito, que não é membro do ciclo social da mulher, é experiente na prestação deste apoio no parto e tem no mínimo uma formação básica.”

Refere ainda que, em comparação com mulheres que não receberam apoio contínuo de Doula, as mulheres que receberam esse apoio tiveram:

  • 39% menos probabilidade de ter uma Cesariana;
  • 35% menos probabilidade de ter uma experiência de parto negativa;
  • 15% mais probabilidade de ter uma parto vaginal espontâneo.

E o pai, não pode prestar esse apoio?

Quando nasce um bebé, nasce também uma mãe e um pai! Mesmo que já tenham outros filhos. Ainda que o pai possa dar algum suporte à mulher durante o trabalho de parto, ele também está a viver o momento intensamente. Pedir ao pai que satisfaça todas as necessidades físicas e emocionais da mulher pode ser demasiado. Ele também necessita de ser cuidado e apoiado!

 

Conhece aqui o Serviço de Doula da Amamenta Viana do Castelo.

Sofia Rocha – Enfermeira/Doula/Conselheira em Aleitamento Materno (CAM)

Referências:

– www.lamazeinternational.org/HealthyBirthPractices
– “The Birth Partner” de Penny Simkin
– “Nascer Saudável” de Sandra Oliveira
– Continuous Support for Women During Childbirth: 2017 Cochrane Review Update

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *