Doulas: como encontrar uma?

 

Agora que decidiste ter uma Doula, parabéns pela tua decisão! O apoio que vais receber para a gravidez, parto e pós-parto será precioso e inesquecível!

Mas se ainda estás em dúvida sobre o que é e o que faz uma Doula e não estás certa dos benefícios do apoio contínuo prestado por elas, lê mais sobre isso aqui e aqui.

Mas e agora, por onde começar? Onde encontrar uma Doula para te acompanhar neste processo? O que precisas de saber antes de contratar uma? Como saber que é a “certa” para ti?

É importante que comeces este processo de procura alguns meses antes da data provável de parto (DPP). Há quem o faça logo no início da gravidez ou mesmo antes de engravidar.

Para começar, faz uma lista das Doulas que gostavas de entrevistar. Pede referências a amigos e familiares que tenham sido acompanhados por uma, faz uma pesquisa no google ou pede sugestões em grupos de apoio à parentalidade, amamentação, gravidez, etc.

Entra em contacto por email ou telefone com cada uma delas a fim de perceber qual a disponibilidade na tua DPP. Neste primeiro contacto, podes fazer uma breve descrição de ti e do que pretendes para o teu parto.

Agora que já sabes quais as Doulas disponíveis para a altura do teu parto, planeia e combina a entrevista (ou encontro informativo) com cada uma delas. Escolhe um local público, como um café agradável ou um jardim. Leva o teu (tua) companheiro(a) contigo. Geralmente não há custos envolvidos neste primeiro encontro, que costuma durar cerca de uma hora.

O objetivo deste primeiro encontro é tentar perceber e sentir se existe empatia entre as partes e como se sentem na presença da Doula. Lembra-te que esta pessoa irá apoiar-vos num dos mais íntimos e importantes momentos da vossa vida.

Cada mulher e cada parto são únicos. Enquanto que uma determinada Doula foi “perfeita” para uma amiga tua, tu podes não sentir o mesmo. E está tudo bem!

Podes preparar uma lista de perguntas para fazer ou simplesmente deixar a conversa se desenvolver naturalmente. Algumas das perguntas podem ser:

  • Porque decidiu ser Doula?
  • Que tipo de formação tem?
  • Tem filhos? Como foram as suas experiências de parto?
  • O que inclui o seu serviço de Doula? Quais os custos?
  • Que recursos usa durante o trabalho de parto?
  • E quando é necessário uma cesariana? Como atua?
  • Que apoio presta no pós-parto?

É possível que, durante a entrevista, percebas de imediato que aquela é a Doula certa para ti. Assim como também podes querer entrevistar todas as da tua lista e decidir depois.

No caso de encontrares a Doula desejada mas o preço estiver acima das tuas possibilidades, procura estabelecer uma negociação. A maioria das Doulas está disponível para pagamentos faseados.

Espero que este artigo te tenha ajudado a encontrar a tua Doula. Porque ela existe!

Conhece aqui o Serviço de Doula da Amamenta Viana do Castelo.

 

Sofia Rocha – Enfermeira/Doula/Conselheira em Aleitamento Materno (CAM)

Referências:

– www.lamazeinternational.org/HealthyBirthPractices
– “The Birth Partner” de Penny Simkin
– “Nascer Saudável” de Sandra Oliveira
– www.dona.org/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *